Bernardo Ramos

Bernardo Ramos é guitarrista, compositor, arranjador, e produtor musical. Sua formação é marcada pela orientação direta de Hermeto Pascoal e Itiberê Zwarg, de cuja Orquestra Família fez parte por dez anos. Com ela gravou três álbuns e se apresentou nas mais importantes salas de concerto do Brasil e da América Latina.

Em parceria com Naná Vasconcelos, compôs a trilha do espetáculo teatral Capitães da Areia (2005), indicada ao prêmio Shell na categoria “melhor música”. Bernardo foi o vencedor da edição de 2009 do Festival Instrumental de Guarulhos.

Com o grupo Bamboo, gravou os discos Bamboo (2010) e Abertura (2012).

Na edição de 2013 do Festival Villa-Lobos, Bernardo atuou como guitarrista, arranjador e diretor musical do concerto em homenagem aos 70 anos de Dori Caymmi, no Espaço Tom Jobim, com a participação do próprio Dori, de Nana, Danilo Caymmi e Joyce Moreno.

Em 2016, realizou, para o selo japonês Spiral Music, o álbum Gesto, em trio com Joana Queiroz e Rafael Martini.

Cangaço é o primeiro disco de Bernardo Ramos na Rocinante e também seu primeiro disco solo. Ele é acompanhado por Beth Dau (voz), Rafael Rocha (trombone), Bruno Aguilar (contrabaixo) e Felipe Continentino (bateria).

Itiberê Zwarg disse: “Acompanho Bernardo desde 1997, então conheço bem as capacidades rítmica, harmônica, melódica e interpretativa que seu talento abrange – e digo que são ilimitadas.”

Cangaço

Bernardo Ramos Quinteto

R 005 | julho 2019